O PEQUENO PRÍNCIPE

Num “Link” que aqui publiquei em 04-07-13, antes ainda do célebre nado-morto acordo que transformaria Portas no quase “Rei Sol” do governo deste pobre país, tentei efabular acerca da sua manobra e concluí que, em chegando em casa, qual Narciso, se virou para o espelho e disse : ” espelho meu, espelho meu haverá alguèm mais brilhante que eu?”
Pois é! Ele leu Maquiavel, estudou Kafka, viu tudo do Hitchcock, aprendeu com a ” Estratégia da Aranha ” do Bertolucci, reviu tudo do Bergman…. previu tudo, preparou-se para tudo, mas… esqueceu-se e subestimou a lenda da “esfíngie-múmica”!
E agora deve estar a pensar : ” Bem diziam que aqueles sarcófagos continham lendas, segredos insondáveis, elixires estranhos, poderes míticos, que eram deuses eternos, que estavam ali para perpetuar a sua divindade e sabedoria… e eu que pensava que, sendo múmias, só perpetuavam a sua vaidosa imagem… não quis saber… E agora?”
” E agora como saio deste enredo? Eu que só agora concluí que perdi credibilidade, como vou enfrentar os meus? Já me fizeram uma espera… e agora? Qual Maria Antonieta, vão pedir a minha cabeça?”
” Só me resta fugir! Mas para onde? Ah! Já sei, para a minha Mãe : ela tem ombros largos e peitos fortalezas : escondo-me ali, porque ali ninguèm tem coragem de chegar… ela é pior que a padeira de Aljubarrota!”

Assim poderá acabar a lenda deste que se julgava um pequeno príncipe……

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s