PORQUE É QUE A DIREITA TANTO ODEIA SÓCRATES?

Vinha há pouco no carro ouvindo a rádio e, acerca da notícia, confirmada por Ângelo Correia, de que Sócrates havia convidado Passos Coelho para integrar o governo, como vice-primeiro ministro, aquando da crise que antecedeu a negociação do PEC IV, creio, e ouvi, estupefacto, a reacção de Eduardo Catroga : violenta, desbragada, agressiva, mal educada, d…estemperada e reflexo, mais uma vez, do que é a Direita e do seu ódio mais vil a José Sócrates : que Sócrates devia era estar calado, devia era estar a ser julgado por erros graves de gestão cometidos, que só quer é recuperar a sua imagem e devia ser proibido de falar….
Ora, todos nós sabemos que, infelizmente, em política a memória é muito curta, depressa nos esquecemos do passado, mesmo recente, tão rapidamente somos devorados pela violência dos dias. Mas se fizermos um pequeno exercício de memória facilmente nos recordaremos do papel-salvador!- de Eduardo Catroga no acordo para o Orçamento de Estado de 2011, da célebre fotografia tirada pelo seu Blackberry, em sua casa, na companhia de um Teixeira dos Santos cabisbaixo e, nessa altura não dizia nada disso, antes pelo contrário! Realçava, sim, o SEU contributo, o SEU inestimável contributo….mais tarde, na negociação dos acordos com a Troika, valorizando, mais uma vez, o SEU valioso e decisivo papel na negociação de uma peça tão bem, tão bem negociada, que seria, doravante, cooptada pelo seu partido como programa de governo… programa que ELE tão bem negociou! Recordam-se, claro! E recordam-se também que, passados dois anos e meio, para justificar o seu fracasso, ele e outros tantos vieram dizer que, afinal, tinha sido muito mal negociado… Enfim…
É verdade que Sócrates, a seguir à grande crise financeira mundial de 2008, por sugestão da CEE e à semelhança de todos os outros países, fez derrapar o défice implementando medidas Keynesianas que, mais tarde, por inversão da própria CEE, se vieram a verificar ter sido contraproducentes. Mas esse défice foi também profundamente exacerbado por outros factores de que Sócrates não tem qualquer culpa, e aqui a culpa é de outrem, a saber: BPN, quem são os culpados? Madeira, de quem é a culpa?
Finalmente: decorridos dois anos e meio da implementação desse “ maravilhoso” programa, que teve o “dedo” competente e decisivo de S.Exª o Dr. Catroga, o que vemos:
– Um país social e economicamente ferido, onde se “ queimaram” 20 mil milhões de euros de austeridade a troco de nada…
-Onde os criminosos do BPN continuam impunes… e
-Onde irresponsáveis e lunáticos continuam no poder.
Quem deveria, não digo ser julgado mas, ser proibido de governar?
Ah! E quem foi, afinal, o premiado? Eduardo Catroga, através de um autêntico e permanente roubo a todos nós, na factura da EDP.
Quando é que esta gente ganha vergonha?

PS- Daniel Oliveira escreve hoje um excelente artigo, “ O Ódio a Sócrates”, que poderão ler, para além do Expresso Online, no seu Blog “ Arrastão”. De leitura obrigatória!

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s