O EXEMPLO DO SPORTING E AS INEVITABILIDADES DESTE GOVERNO.

O Sporting, também até há pouco tempo dirigido por uma cambada de “garotos”, tornou-se num caso de desvario tal, que quase toda a gente pensava ser INEVITÁVEL a sua falência e desagregação enquanto clube de renome.
E que, face à gestão então apresentada, ao seu endividamento, ao cerco movido pelos credores, aos lastimáveis resultados a…presentados e à “ seita” organizada que o “sugava” até ao tutano…seria INEVITÁVEL a sua perda de autonomia e a sua apresentação à insolvência perante os credores.
Só que restavam no Sporting pessoas lúcidas, descomprometidas, não resignadas e resistentes ( Eduardo Barroso e Daniel Sampaio, por exemplo) que, não aceitando essa inevitabilidade, promoveram a mudança, em seu nome e em nome de todo um passado, proeminente e glorioso.
Promoveram a ruptura e acreditaram que dela sairia algo de novo, transcendente e renovado, retomando o caminho da responsabilidade e da credibilidade.

O que é que isto tem a ver com este Governo? TUDO!

Do inevitável passou-se ao possível! Do possível à confiança! Da confiança passou-se à certeza…à certeza de que há sempre alternativa, há sempre soluções…haja coragem, haja bom senso, haja tenacidade, haja trabalho dedicação e humildade.
Não era possível renegociar o passivo? ERA!
Não era possível romper com o passado? ERA!
Não era possível retomar um caminho sério, honesto, credível e ganhador? ERA!
Não era possível dar a volta e ganhar o respeito? ERA!

Resumidamente, é aqui que estamos ( SPORTING)!

Mas o que tem feito este governo e a “trupe” que o compõe? O OPOSTO!
Diz que não há soluções alternativas… que os credores mandam e não há outro caminho senão acatar servilmente as suas ordens…que estes não aceitam renegociar a dívida…que só o ajustamento e empobrecimento regeneram… que é fatal este desígnio…e que só eles estão preparados para o cumprir…( Coitados! Como se os cemitérios não estivessem cheios de gente tão insubstituível quanto eles!).
O SPORTING demonstra e tem demonstrado o contrário : não olvidando o passado, tendo presente todas as suas potencialidades, tendo consciência das suas mais valias e das sinergias, únicas, que possui, o Sporting enfrentou a mudança, apresentou-se de cara limpa aso seus credores, renegociou, soube ser capaz, clarividente e persuasivo, aceitou e promoveu o ajustamento e não se descaracterizou! Organizou-se com critério e sabedoria, chamou a sua gente, apelou ao sacrifício e à entrega, estabeleceu prioridades, aceitou dar alguns passos atrás para poder dar muitos mais passos à frente… tornou-se CREDÍVEL!
O exemplo recente deste NOSSO SPORTING, sem ser nenhum “ case Study”, bem poderia ser o mote para ajudar estes “ garotos” que nos governam a decidir entre duas coisas:
1- Assumem que não são capazes disto e vão-se embora… OU
2- Resolvem seguir este significativo e real exemplo e ser, de uma vez por todas, mais audazes, enfrentarem os “temíveis” credores e dizerem-lhes, finalmente: nós queremos pagar! Querem receber? Então deixem-nos ser gente e trabalhar!
VIVA O SPORTING!

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s