O SÍNDROME DA ESCADARIA : o novo símbolo da Nação!

      Acompanhei pelas Televisões a manifestação das Polícias e, durante quase duas horas, os únicos comentários que ouvi dos repórteres para lá deslocados foi : ” grande tensão, ” tentativa de derrube das barreiras de segurança”, ” tentativa de romper o escudo das forças especiais”, ” grande tensão” etc.etc.etc

      Era visível, mesmo antes do começo da manifestação que eles estavam lá para isso, só falavam nisso e estavam excitadíssimos à espera que o previsível acontecesse, pois era isso o que desejavam.

      Das razões que levaram cerca de 15.000 Polícias, vindos de todo o País, a juntarem-se em protesto em Lisboa, quase NADA! ” Nicles”! Será que, para as Televisões e seus comentadores, os manifestantes se deram ao incómodo de vir de tão longe, de perder tempo e dinheiro apenas para…derrubar as barreiras e subir a escadaria?!

      Numa das Televisões ouço um perito nas coisas de Segurança Interna afirmar: ” O Governo aprendeu a lição e o Ministro respondeu à altura e na justa medida, como a situação impunha…”. Isto é, enviou para lá cerca de 1.000 Polícias do Corpo de Intervenção. Para quê? Para que não subissem a escadaria!

      Todos nós sabemos à exaustão que violência gera violência e quando o afrontamento é feito, ainda por cima, por colegas de profissão, é certo e sabido que qualquer provocação poderia gerar conflito. E isso repetiam os ditos repórteres, prevendo desde logo que isso estaria iminente. A decisão do Ministro não foi inocente pois não queria ser visto como titubeante e inseguro e agiu com força. A escadaria não poderia, de modo algum, ser mais uma vez subida! Isso é que era o importante, para ele.

      Para ele e para as Televisões, mais os seus comentadores e repórteres, era isso que estava no ” tabuleiro” e as razões da manifestação e do seu protesto era coisa lateral e secundária. As Televisões agradeceram e a transmissão em directo de uma manifestação da qual não informavam nem as razões nem os propósitos , só se poderia justificar pela previsão de qualquer tipo de prevaricação por parte dos manifestantes e da sequente confrontação com as barreiras policiais que protegiam a escadaria. E enquanto a situação se manteve algo quente a obsessão pela escadaria subiu de tom e, na sequência do que havia acontecido na anterior manifestação o seu dilema era: sobem ou não sobem a escadaria?

      E então relatavam : ” conseguiram subir um degrau…”;  O cordão policial recuou dois degraus…”; ” Há uma tensão latente e foi ferido um polícia…”; ” Agora cantam o Hino Nacional e preparam  nova vaga…” ” Mais um degrau...”…

      Até que… não aconteceu mais nada! E como não houve confrontos, foram-se embora!

      Um comentador, depois, debitou que o Ministro tinha saído vencedor porque…não conseguiram, desta vez, subir a escadaria…

       E esta, depois da debandada dos manifestantes, foi ocupada, em formação bem alinhada, pelas Forças Especiais de Intervenção para ali deslocadas…como deve ser.

       Protegeram as escadarias… O novo símbolo da Nação!

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s