DEU-LHE O ” BADAGAIO”

Nota Prévia : O que vou escrever não tem nada a ver com o respeito e solidariedade que me merece a saúde do Presidente da República, nem com o meu respeito com o Órgão Institucional que representa. É, tão só, um exercício lúdico acerca das circunstâncias e das reacções havidas e da minha visão divagante acerca das mesmas.

Acerca do acontecido hoje ao Presidente Cavaco Silva, muitos se têm esforçado em encontrar o termo exacto para definir o sucedido e as suas causas e concluo que tal tarefa não é fácil, dada a riqueza da nossa língua em tudo o que seja ”  Expressões Dúbias”!

o Ricardo Araújo Pereira hoje na TVI, um pouco taralhouco, bem se esforçou mas o melhor que lhe surgiu foi ” Deu-lhe o Fanico“!

Ora eu acho mais apropriado o “Deu-lhe o Badagaio”. É mais abrangente e tronitruante. ” BA-DA-GAI-O”!  Porque, para mim, significa ” ter tonturas”; ” ter desmaios”; ” ter vertigens” etc e foi exactamente o que aconteceu. Mas porque é que aconteceu? Aí o Ricardo não ousou entrar, talvez por falta de tempo pois tinha que aturar a Catarina Martins, mas eu vou tentar dissertar…

O ” Badagaio” pode acontecer por múltiplas razões : por cansaço; por baixa tensão; por anemia; por desgosto; por desilusão amorosa; por Stress de origem vária; por incompreensão de outrem e também por ” remorso”. Não acham razoável? pois vejam só:

O jornalista em serviço da RTP logo insinuou, e isto foi reproduzido pelas demais Televisões, que Cavaco tinha tido o desmaio, o tremelique, o badagaio ou fosse o que fosse, porque não resistiu  aos protestos de umas dezenas de sindicalistas cuja sonoridade se sobrepunha à dele, apesar de ter microfone. Sucumbiu, deu-lhe o badagaio portanto, por desgosto e por desilusão de estar a dizer algo tão importante para a vida das pessoas e não se fazer ouvir. E ninguém é de ferro, nem o seu coração é de pedra e já tem 74 anos, mais 14 que eu vejam lá…

Mas também pode ter acontecido ter dormido mal e, sendo isto divagação minha, por a Primeira Dama lhe ter lembrado a noite toda as correcções ao discurso. Daí o cansaço. E  ninguém é de ferro, nem tem coração de pedra…

Também pode ter sido pela incompreensão e desilusão acumuladas por tanto apelar a consensos e pela Primeira Dama, mais uma vez, lhe ter recordado a noite inteira : ” fala nos consensos, fala nos consensos, fala dos consensos…”, e ninguém lhe dar ouvidos. Só ouve dizer de todos que querem crescimento… Ninguém é de ferro, nem tem coração de pedra, caramba!

Mas, e agora é mais profundo, porque muitas pessoas à medida que a idade avança se vão tornando mais sensíveis e ciosas de reparar erros passados, pode ter sido por ” Remorso”. Sim Remorso lembrando-se, naquele preciso momento, do acontecido no ano passado com aquele pacato cidadão a quem em Elvas se lhe escapou aquele ditote ” Vai trabalhar mas é…”. Que ele levou muito a mal a ponto de deixar o dito cidadão passar martírios, para além da multa de 1.300 Euros que teve que pagar. E o cidadão, que humildemente lhe escreveu a pedir desculpa, que viu o seu processo passar de condenamento à estaca zero, não obteve dele qualquer perdão ou aceitação de desculpas. Nada! Terá sido lembrança e remorso? É bem provável porque…ninguém é de ferro, nem tem coração de pedra, caraças! Mas não sabemos ao certo…

Sabemos sim é que se ele tivesse dito simplesmente ” Vai trabalhar” só lhe teria lembrado o seu dever. Como nós fazemos todos os dias a colegas, a familiares e a amigos. o Problema, o ” busilis” é o ” MAS É...”. É que este ” Mas é…” levanta todas as suspeitas e dúvidas. Quereria ele dizer : ” Vai trabalhar mas é…Malandro?; quereria dizer : ” Vai trabalhar mas é...Vagabundo, como o Xico na Ópera do Malandro? É complexo não é?

O certo é que o Nuno Lopes naquela fabulosa e inesquecível rábula do ” Chato” mandava todas as semanas uma figura pública ”  Vai trabalhar mas é…”. E foi multado? Foi a Tribunal? O rapaz de Elvas só o reproduziu, coitado…

Vindo-lhe isto à cabeça, ele um cidadão apostado em reconciliar-se com a vida, recordando este mal entendido, terá tido remorsos e daí ter-lhe dado o badagaio. Conjectura minha, claro!

Mas continuando a ver os noticiários ao longo do dia, não sei se por inépcia ou se por maldade, continuaram todos as Televisões a recordar aquilo que a TV oficial tinha comentado. Que o sucedido teve origem nos protestos extremamente audíveis que incomodaram muito o Presidente a ponto de ter sucumbido ao seu défice…democrático.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s