A LENGALENGA DO ESQUECIMENTO ( Final)

Que o Passos não sabia já se sabia

Que o Portas não sabia já se previa

Que a Maria Luis é que sabia é o que corria

Que do Governador teria sido a autoria.

MENTIA…

Que o culpado era o Ricardo pois então

O Sobrinho e o Morais Pires é que não

Nem contabilista ou porteiro homens de mão

Ou o Ricciardi que já avisava há tempão

PERDÃO?

Não sabiam  desconheciam oh surpresa

Que rios corriam por baixo da mesa

Olvidavam mas sabiam que nunca pesa

O prémio o bónus a comissão que vem da empresa

TESA!

Que ninguém decidiu mas que agonia

Quem decidiu foi alguém por simpatia

Que admirado diz que só por ironia

Faria alguma vez tal tropelia

QUE MANIA!

Que poderes não tinha o Governador

Que se tivesse não teria tido temor

De decidir afastar o tal Senhor

Por muito lhe custasse ranho e dor

MAS QUE AMOR!

Coisas privadas afirma Coelho o doutor

Não ter cabimento algum ser o autor

De medidas extremas e de tal rigor

Que fizessem dele o infeliz traidor

QUE  ESTUPOR!

Teria sido então a novel doutora

Das Finanças nova chefe a promotora

Da ideia do salvamento a motora

E do bom e do mau a sua autora?

ORA!

Que não ligassem às datas dessa dita

Nem dos actos e contactos a escrita

Pois mostram que só por muita desdita

Se lembraria alguém de coisa tão maldita

QUE FITA!

Não foi então ninguém é o que se prova

E não sendo o esquecimento coisa nova

Ou a lembrança que nunca se renova

O desconhecimento esse nunca se reprova

UMA OVA!

Não foi ele foi o outro pois então

Não foi o outro foi alguém por sua mão

E esse alguém que não existe de antemão

Diz que o culpado no final é o Povão

O CABRÃO!

De pagar limpinho o Passos desconhecia

Que se tal soubesse de imediato iria

Fazer o que a ninguém mais ocorreria

Pedir dinheiro emprestado à sua tia

QUE IRONIA!

Mas como isso é pecado e dá prisão

O melhor é não pagar por precaução

Não vá ser apanhado em contramão

E só lhe restar depois pedir perdão

O MORCÃO!

Que o Povo jamais lhe vai conceder

Faça o que faça aconteça o que acontecer

Pois vai ter aquilo que fez por merecer

Um pontapé no cu pois vai perder

E VAI DOER!

E aqui acaba esta lengalenga

Da falta de memória tão tremenda

De quem de tanto mentir não tendo emenda

Da escória da sociedade vai ficar pra lenda

PARA QUE APRENDA!

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s