CUIDAR de!

Cuidar “de”  é isso mesmo : é CUIDAR de alguém.

É tomar conta, é zelar, é velar e vigiar, é atender e tutelar, é ocupar-se e encarregar-se, é preocupar-se e responsabilizar-se.

É coordenar e administrar, é sofrer e aceitar, é adaptar-se e equilibrar-se e é diligenciar para nada faltar.

É estar sempre presente

É acudir ao que é urgente

É não deixar nada pendente

É iludir o que é pungente

É ser omnipresente.

É estar atento e tudo lembrar

É entender e abdicar

É esquecer o que restar

É resistir a chorar

É estar e colaborar.

É saber agarrar a mão

É nunca dizer um não

É assumir a condição

É varrer a solidão

É viver em comunhão.

É estar desperto e acordado

É colocar o egoísmo de lado

É não se queixar do seu fado

É estar sempre ligado

É não ser um revoltado.

É não pensar em pecado

É enganar o enfado

É pôr de lado o coração

Quando o que vale é a razão

E não o que for lembrado.

É fazer da fraqueza força

É agradecer e aceitar

Toda a ajuda que aprouver

Todo o afecto que trouxer

E que ele não pode dar.

Porque a quem cuida vai doendo

O sofrimento moendo

A lucidez arrefecendo

A perda de forças crescendo

Num desânimo tremendo.

Mas ser cuidador é uma missão

Que se aceita de antemão

É dizer sim e nunca não

É da vida ter redução

É ter o coração na mão.

Cuidar é reduzir a dor

Do cuidado com Amor, mas…

Quem cuida do cuidador?

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s