O “LOBO MARXISTA”!

Eu, como já aqui afirmei várias vezes, deixei, por critério próprio de manutenção da minha sanidade mental, de ler jornais mas, a verdade é para se dizer, leio/vejo/passo os olhos pelas primeiras páginas que, todas as noites, o Sapo me proporciona.

Umas vezes passo por elas sem querer sequer olhar mas, outras vezes, até que surge algo que me prende a atenção e me obriga a reflectir. E. normalmente, a minha primeira reacção é pensar e dizer para mim próprio: como é possível?

Vem isto a propósito da primeira página do “I” de hoje mesmo, sábado, em que um senhor chamado José Pedro Aguiar Branco, distinto e proeminente advogado do Porto, dito “Barão” do PSD e pessoa que já ocupou várias pastas governativas e outras funções políticas, isto é, que extravasam a sua particular profissão, afirma, e eu só reproduzo a primeira página e a frase em destaque, porque do contexto nada sei nem saberei porque não li nem lerei, que “ Debaixo da pele de cordeiro Social Democrata, Costa é um lobo marxista”!

A frase, profunda e grave, é isso mesmo: grave! Mas quem é o ser que a pronuncia? É precisamente um “Lobo” vestido com a pele de cordeiro social democrata! Senão vejamos:

É tido por “Barão”, e mesmo eu não sabendo, porque não quero ir pesquisar, porque nunca o faço (ou sei ou não sei), qual o seu grau na hierarquia heráldica, se é mais que Duque, se de Conde ou de Visconde, há uma coisa que ressalta evidente: Marxista não deve ser! E Social Democrata também não!

Eu uma vez tive acesso, por motivos que não importa aqui trazer à colação, à Certidão Comercial da sua empresa de Sociedade de Advogados e, quando comecei a olhar, mesmo sem querer ver os pormenores, dei por mim a observar páginas e páginas de sociedades em que era interveniente, ou pertencendo à administração, ou ao conselho fiscal, ou seja lá o que for, desde Bancos a Seguradoras, a Empresas conhecidas, umas mais outras menos, a Entidades Públicas, a outras estrangeiras, a particulares com negócios, enfim…e perguntei-me na altura, e pergunto-me ainda agora, como e porquê que este indivíduo aparece na Política e em cargos relevantes?

Ministro da Justiça, que foi, vá que não vá, é da área…agora Ministro da Defesa? A que título? Porquê? Como? Mas o que me lembro, e lembramos, dessa sua passagem por Ministro da Defesa, foi a venda dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo, por tuta e meia a uma empresa privada, a Martifer. Que depois vendeu, ainda por tuta e meia, o navio Atlântida a Mário Ferreira (da Douro Azul), que depois o vendeu pelo dobro do preço lá para as Américas para fazer cruzeiros…E que não tendo encomendas do Estado elas, por acção divina, só pode ser, apareceram…Um cordeiro Social Democrata? Não, um “Lobo”.

Porque de algum lado vem a palavra “ Lobi” ou “Lobista”! Ou não?

Ele, sim, é um “Lobo”, um daqueles que pode actuar em matilha ou sorrateiro. Mas nunca um “Lobo Marxista”! O que é que isso quererá dizer eu nem sei, mas apelidado a Costa, em contraponto consigo, far-me-ia sorrir, mas só me faz chorar… mas não de pena., mas de raiva…

E de raiva pelo despudor e pelo topete e sabendo do seu currículo (ele pode ser rico e influente, exercendo o melhor que pode e sabe a sua profissão, e nada tenho a obstar quanto a isso), não posso admitir que quem pertence a um “polvo” se faça de um cordeiro.

Porque se Costa é o “Lobo” Marxista que passa por cordeiro Social Democrata, ele será, portanto, precisamente o contrário, passa por cordeiro marxista sendo um “Lobo” social democrata! Não concordam? O seu Pai deve ter percebido isso quando, nas últimas eleições, apelou ao voto em Costa, no “Lobo Marxista” Costa! Porque terá sido? Eu não sei…alguém sabe?

Portanto, seguindo o douto raciocínio do douto, sendo o Costa um cordeiro dissimulado de Social Democrata, ele será, para além de todos os epítetos com que logo a seguir às eleições foi contemplado, desde usurpador, de enganador, de sonso, de aproveitador, de sem escrúpulos, de enviado do demo, de torcicologologista (!), de monhé, de preto bluff e não sei que mais…de “Lobo Marxista”?

Portanto, não sendo cordeiro, não será imolado! Na Páscoa, como rezam as escrituras, porque…vestindo a pele de cordeiro ele é, afinal, um lobo. E os lobos não se comem…caçam-se, antes que ele, qual predador, desfaça o nosso galinheiro…que está atento aos nossos negócios, que nos entrava a nossa “liberdade”, quer transferir assim, e inopinadamente, a carga fiscal para nós em detrimento de todos esses tristes que para nós trabalham, e que nós sustentamos, por especial favor e por humanidade…quer dizer, por caridade…

É um “lobo” Marxista! “Lobo” porque perigoso, de não confiança, astuto e prevenido. Um perigo à solta, portanto. E “ Marxista” porque quer redistribuir, reverter as “reformas” que foram feitas e que os portugueses tão responsavelmente acolheram…Não podemos confiar num “lobo”, toda a vida ouvimos dizer, e ainda, por cima, Marxista?

Como dizia Romário, referindo-se a Pelé: há gente que calada era um poeta!

Mas que lhes falta, afinal? Vergonha na cara!

 

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s