A PAZ SOCIAL!

Nota importante: Eu vou escrever este texto sem pontuação porque aquilo que eu vou escrever que nem sei bem o que é porque eu estou com uma carga de gripe tal que rabisquei um texto e agora lendo-o não percebo nada do que escrevi O que restou foi a ideia e portanto não recorrendo ao texto escrito mas seguindo a ideia vou discorrer sobre a mesma se quiserem acompanhar façam o favor e se acham que eu me estou a comparar com o grande Saramago então não leiam mesmo é que não é nada disso e o que eu pretendo é que a leitura seja cadenciada na mesma proporção do meu raciocínio espontâneo levado a escrito

Por exemplo começando pelo dia de ontem um Feriado foi um dia de Paz um dia em cheio mas repleto de Paz tanto aqui em casa como lá fora pois eu tenho o privilégio de viver num sítio nobre da cidade da Póvoa de Varzim onde do meu quarto em cima que quando está solarengo consegue ter luz quase de manhã até à noite pois está virado para sul poente e dele lobrigo Vila do Conde as Caxinas a Igreja de Nosso Senhor dos Navegantes o célebre barco a Igreja da Lapa o mar todo o casario e o frondoso e largo largo passe a redundância que vai desde os Torreões ao Mercado e na parte de baixo eu tenho duas varandas onde me dedico a ver a vida pulsar a esplanada o trânsito as pessoas indo e vindo e mesmo as estações do ano que se refletem nas árvores que o povoam agora é Outono e dá para ver pois das árvores não restam folhas amontoam-se no chão

E vejo e sinto PAZ As pessoas na esplanada curtindo este sol de ainda outono o estacionamento em frente onde os arrumadores labutam à espera da moedinha que muitas vezes não vem pois as pessoas já têm que pôr a moeda no parquímetro esse aparelho que tanto os prejudica e por isso é que eu que todas as manhãs saio lhes dou dois cigarros eles já sabem e nem precisam de dizer Sr. Dr. não tem aí um cigarrinho e eu dou-lhes sempre os tais dois uma Paz inequívoca e uma serenidade sem igual que apenas é alertada por um carro da Polícia que fica ali em frente a fazer aquele característico basqueiro como se o mundo fosse acabar ou uma ambulância do INEM que passa semáforos a cem à hora gritando e que vai para o Hospital que fica mesmo por trás

Também vejo pessoas indo e vindo do e para o Pingo Doce que também fica também do outro lado do largo à beira da Polícia ou do Mini Preço que fica mesmo por baixo de mim no mesmo prédio e que funciona como minha despensa Numa Paz sem igual

Mas ontem foi Feriado e tive o grato prazer de ter dormido até mais tarde porque os meus cunhados Guida e António resolveram vir passar a tarde noite connosco e disseram-me que não preparasse nada para almoçar pois me iam trazer uma novidade E qual era a novidade pergunto agora era um almoço vegetariano como lhe chamam e eu naquela PAZ de que falo disse vamos então lá ver Provei e quiseram fazer-me o teste do cozinheiro a ver de eu conseguia decifrar os componentes e eu um leguminoso e piscívoro incorrigível só consegui acertar nos cogumelos na courgete e do resto nem na batata doce acertei e eles sabem que eu detesto doces O único doce que eu comia era o pudim de laranja que a Graciete fazia e que era mais amargo que doce Diziam que o resto era tofu uma coisa que era uma espécie de carne mas não era  e a soja Eu que sou de PAZ disse que gostei mas o que mais apreciei foi mesmo um maduro tinto que para a minha gripe soube como sopa no mel

E como tomei uma bomba adormeci tal como o meu cunhado que nem bomba tomou enquanto passava aquele jogo do Braga conta o Donetz o que atesta da PAZ que em casa se instalou certamente reflexo do exterior pois a minha cunhada também pacificamente instalou-se ao lado da Graciete no anda cima e parece que também dormiram em PAZ

Foi portanto um dia de tranquilidade e PAZ e mesmo nas pessoas que eu via que estavam trabalhando porque das minhas varandas eu vejo tudo até vejo os miúdos a brincar as mães e pais a olhar e até aquela pista de carrinhos elétricos que todos os anos nesta data em frente à minha casa e em pleno largo estava este ano mais em PAZ porque fazia muito menos barulho Sinais dos tempos pergunto novamente eu

Mas no fim do dia depois de todos se terem ido embora mesmo uma cunhada minha que ontem fazia anos e que vive em Paredes de Coura mais a sua filha e irmã e que passou o dia no Porto nos veio presentear com a sua presença e trouxe mais um  bolo que é sempre degustado pela minha colaboradora diária pois sabem há muito que eu não gosto de bolos e agora nem salgados pois aí depois disso tudo é que eu começando a ver as notícias que durante o dia não me apeteceu ver é que fiquei deveras convencido dessa PAZ SOCIAL de que tanto se fala mas  conceito ao qual apesar das minhas pequenas e pacíficas elucubrações faltava algo de mais concreto

E depois de notícias sem interesse nenhum desde a equipe do Trump a Allepo desde os impostos do Cristano que tanto me preocupam e parece que e a ele também desde os refugiados à França e ao avanço do extrema direita que ainda um dia eu vou escrever porquê eu concluo que somos realmente um verdadeiro OÁSIS de estabilidade e PAZ SOCIAL

E qual foi a notícia mais importante que mereceu conferências de imprensa directos e tudo aqui pergunto e a resposta é a de os jogadores do Benfica e do Sporting tinham treinado Aqui apetecia-me pôr um ponto de admiração por tão admirado ter ficado mas a minha consciência dita-me que não E que só não tinham ido treinar isto é trabalhar os lesionados e de baixa por incapacidade  e ainda uns outros desmoralizados e de baixa psiquiátrica portanto Mas foram trabalhar essa é que é essa e os treinadores mais alguns jogadores foram mesmo conferenciar

Para dizer que respeitam o trabalho respeitam o contentor não é o do lixo embora todos o separem mas o adversário que têm trabalhado bem que estão habituados a estes condicionantes como trabalhar num feriado por exemplo pois eles como qualquer trabalhador que trabalha nos domingos e feriados tem um dia de folga mesmo que para uns seja para descansar mesmo para os jogadores de futebol seja para irem ao cabeleireiro e ao tatoo para completarem mais uma tatuagem  e vão cumprir o objectivo que o mister diz que é ganhar

O outro o adversário diz precisamente o mesmo e, portanto, querem mais PAZ SOCIAL Primeiro foram trabalhar apesar de ser feriado depois estão concentrados num objectivo depois respeitam o poderio do adversário isto não será mesmo a grande notícia do dia interrogação foi e ainda é hoje e será amanhã e ainda no domingo

Eles não reivindicaram o feriado não fizeram greve os jornalistas também não ninguém argumentou cansaço nem celebral nem outro qualquer Eu depois antes de me deitar fui outra vez à janela e PAZ era profunda tal como o silêncio

Há ou não há PAZ SOCIAL interrogação final

É que afinando bem os ouvidos das minhas varandas não ouvi ninguém falar contra o governo não falam da geringonça já ninguém fala do papão comunista e até os jogadores foram treinar

Como dizem alguns Amigos meus no Face Grande Notícia e aqui tem que ter ponto de admiração

Ou também já não se admiram Aqui nem é preciso dizer que é interrogação

Advertisements
Standard

2 thoughts on “A PAZ SOCIAL!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s