A MINHA “RENTRÉE”

No ano passado, por esta mesma altura, depois de uma longa pausa estival, escrevi um texto a que chamei de “A Rentrée”. Este ano, apesar dessa pausa ter sido um pouco mais curta, volto ao tema e, como não posso usar o mesmo título, acrescento a este “A Minha”.

Não para falar da minha “season” que, apesar de ter corrido as Festas de Paredes de Coura, o seu Festival e ainda as Festas de Ponte da Barca, onde até participei no Vira Geral (667 pessoas) que chegou ao Guiness, dançando o Vira, olaré, foi tudo menos “silly”.

Mas, como uma “Rentrée” é suposto ser, depois de um estival descanso, um retorno com novas ideias e revolucionárias propostas, eu estou como o Pedro Marques Lopes, que chegou de férias de Edimburgo (deve ter ido visitar castelos pois, como bom chefe de família, não quis misturas com os “silly”) e escreveu um post dizendo não saber do que falar pois não via nada de novo. Tudo como dantes no quartel de Abrantes, portanto, e a minha é também um deserto de temas de real interesse.

Mas, faltando estes, sobram sempre outros. A “Rentrée” começa sempre, por exemplo, com as Universidades de Verão e, pensando eu que este ano os futuros quadros iriam ter aulas práticas nas autárquicas, eis que ouço hoje na TV que o PSD não deixará de fazer a sua no tradicional refúgio de Castelo de Vide. Assim qual retiro espiritual, mas com uma diferença: aqui recebem um certificado de presença que pode até valer mais que um canudo.

Mas, para além do Vitorino, que diz ser do PS, que vai à do PSD falar de estratégia global, da qual sabe tudo, do Santana que vai à do CDS falar de combate à pobreza e de como ganhar o euromilhões, do Rangel que vai a esta mesma ensinar o que é ser mesmo de direita e do Lobo do CDS que vai à do PSD ensinar como lidar com os impostos e como aumentar o desempenho…fiscal, ouvi com estes olhos que a terra há-de comer que este ano vem um real “headliner”, um professor doutorado, apesar de aposentado e mais ou menos refugiado, chamado Cavaco e Silva! Nem queria crer! Mas…vai falar do quê?

Eu digo que é um deserto de temas mas estou a ser exagerado pois, para além dos dislates do Trump e as traquinices do seu alter ego Jong, não é bem assim porque, na verdade, algo se tem passado. Se não vejamos o que eu li ou escutei: ainda hoje que se gastou mais neste verão que no Natal! Que um boxer Americano, neste fim de semana, por dar uma carga de porrada a um esperto Irlandês, que nem queixa na polícia apresentou, recebeu ou vai receber qualquer coisa como 290 milhões de dólares. E porque é que o Irlandês não apresentou queixa e, depois da carga de porrada que levou, estava todo feliz? Porque recebeu ou vai receber 60 milhões! Não me digam que isto não é uma “rentrée” em grande, com porrada e tudo! Mas adiante…

O Costa, esse “Rentrou” de quilha hirta e, onde é que eu já ouvi isto, veio apelar a consensos!

O Passos, intuindo ser aquela erguida quilha dirigida à sua pessoa, logo disse: é que nem pensar! Consensualizar com um tipo que a única coisa que sabe fazer é, irresponsavelmente, qual Rainha Santa Isabel, distribuir dinheiro pelo povo? Onde já se viu? E, mais, reverter tudo o que de bom  eu e o meu governo fizeram?

Mais a mais, acrescentou o Passos, e eu juro que ouvi, é um indivíduo (O Costa, “persupuesto”) sem qualquer sentido de estado e nem em Pedrogão isso demonstrou. Igualmente o Marcelo Presidente, acrescento eu! Sentido de estado tem ele, sim (ele o Passos, claro), pois foi ele quem alertou para os suicídios em massa que estavam a acontecer por falta de psicólogos. Ou falta de apoio psicológico, terá dito.

Mas ele delira? Não: está é possuído, o coitado! Perdoai-lhe e ajudai-o, Senhor…

Mas vêm aí as Autárquicas e aqui quem tem dado nas vistas é o CDS e a sua vidente Cristas. Os cartazes são do tipo “cada tiro cada melro”, ou “cada cavadela cada minhoca” e o seu Joker foi ela busca-lo a Castanheira de Pêra, onde persuadiu uma tal Ágata a ser ali candidata e a “gata” pensando que todos os castanheiro dão pêras lá disse, qual Jeni, que não sabia bem ao que ia  mas que ia com qualquer um que a abordasse…Perdoai-lhe Senhor, também…

Consta que terá sondado o Toy para Setúbal, mas este afirmou ser de outro campo e terá  pensado ainda noutros “pimbas” mas, num acesso de lucidez, lá descobriu que aqueles “trocadalhos do carrilho” (eu sei que tem um erre a mais), poderiam dar em desgraça…

A Catarina,, essa continua a falar em bicos de pés e voz trémula de nervoso, anunciando aquilo que o Governo tem que fazer, senão…E se for feito foi obra dela, diz ela ainda mais nervosa. Quer-me parecer que um dia destes a continuar assim, ainda passa a ser a “Catrina”! Ainda te afundas, ó “Catrineta”! Perdoai-lhe também…

Quanto ao Jerónimo, bem quanto ao Jerónimo não tenho nada a dizer pois conto ir ouvi-lo no próximo fim de semana à Festa do Avante. Só um conselho: Jerónimo, camarada, diz lá aos teus camaradas do lado que, quando estiveres a discursar, te obriguem a beber água e, já agora, te ponham ao lado um lenço, mesmo que de papel, para limpares os cantos da boca. É que fica mal na TV, ó Camarada!

Os incêndios? Vem aí a chuva e…acaba a época. Este ano foi um fartote e as TV,s deliraram. Mais quem?

Eu, cá por mim, só olhei para o de Pedrogão.

 

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s