O ILUSIONISTA

Não vou aqui falar do famoso filme de Nei lBurger em que o actor Edward Norton interpreta o papel do famoso ilusionista Eisenhein, nem da magia de Houdini, nem dos nossos Luis de Matos e Mário Daniel e muito menos do galáctico David Copperfield que até se casou com uma modelo Alemã que era o sonho dos homens de há uns anos atrás, cujo nome não me lembro mas também não faço esforço algum para me lembrar, mas sim da Arte do Ilusionismo e de algum Ilusionista. Mas por acaso até que lembrei: Claudia Schiffer, mas pergunto-me: que raio de truque nela fez?

O Ilusionista é alguém que cria precisamente a ilusão de algo que executa parecer impossível à luz do que sabemos e, portanto, quase sobrenatural, mas utilizando normais técnicas manuais,  químicas ou físicas. Tem, igualmente, o dom de fazer desaparecer coisas e fazer aparecer outras, dando nas pessoas que a isso assistem a convicção da sua impossibilidade : os coelhos e as pombas aparecem sabe-se lá de onde, as cartas aparecem e desaparecem, multiplicam-se em baralhos sem fim, cortam pessoas ao meio, fazem-nas levitar  e até fazem sumir elefantes. Enfim…

Lembrei-me de sobre isto divagar a propósito da insólita notícia do desaparecimento, repito “ desaparecimento”, da petição, com dez mil ( 10.000) assinaturas pedindo a reabertura do caso dos Submarinos , entregue há 15 dias na Assembleia da República, mas que os serviços da sua “ inconseguida” Presidente não encontram. Porquê? Por artes do Ilusionismo ou de algum Ilusionista.

Notícia esta que vem complementar o já noticiado desaparecimento, julgo que no Ministério da Defesa, de documentos essências ao referido processo e que motivaram o seu arquivamento por falta de provas. Como? Por artes do ilusionismo e de algum Ilusionista.

E já agora também a transcrição da propalada troca de palavras nas escutas efectuadas a Paulo Portas e ao tesoureiro do CDS Abel Pinheiro e em que, nomeadamente, KIEL ( localidade onde os submarinos são construídos) é substituida por “aquilo” e Canal ou Canals, trocadilho entre o tal do grupo Arroya que lavava dinheiro dos poderosos e o Canal de Kiel, por “ canalis”. E, lê-se nos jornais, para lhes retirar qualquer carga incriminatória e tornar, assim, inocente e inócua a sua leitura. Mas como foi isto feito? Por artes do Ilusionismo e de algum Ilusionista.

Mas isto já vem de antes, rezam também as crónicas que dos tempos do fim do Governo AD de Barroso em que Portas era Ministro da Defesa, em que este terá passado noites a fotocopiar documentos ( falava-se de mais de seis mil ) e a fazer desaparecer outros. Como? Por artes do Ilusionismo e de um grande Ilusionista.

Mas o que é certo e sabido é que o processo foi recentemente arquivado pois teriam desaparecido documentos essenciais para a deliberação de um veredicto. E é sabido também que as contrapartidas não foram executadas e que houve corrupção pois na Alemanha os corruptores, do lado do vendedor, foram julgados e presos. E como havendo corruptores tem forçosamente que haver corrompidos do lado do comprador, estes foram ilibados. Como? Por artes do Ilusionismo ou de algum ilusionista.

E está igualmente confirmado ter havido “ luvas”, a que cá se chamam “ comissões por serviços de optimnização fiscal” conseguida através de complexas transferências entre Offshores. Coisas de mestria, portanto. De mestria? Não, de Ilusionismo!

Do Ilusionismo que conseguem  na interpretação da Lei e dos doutos Pareceres que sempre os ilibam. Ilusionismo puro e competente. Optimização, dizem eles. Ah, li hoje : na Grécia o processo de corrupção na compra dos submarinos ( lá foi mesmo à grande,  foram seis!) vai ser reaberto e fala-se de “ luvas” pagas de 62 milhões de “ Aéreos” por parte do fabricante Alemão. Mas como é isso possível? É que lá os Ilusionistas deram de “ frosque”! Lá como cá : O fabricante produz e suborna o intermediário que suborna o comprador; o Banco financia e recebe parte e, por puro Ilusionismo, dá para todos.

E, já agora, e para acabar, o último espectáculo de Ilusionismo que nos foi dado a conhecer: Foi aberto concurso na Segurança Social para a substituição dos responsáveis de 18 ( dezoito), penso que li 18, Centros de Emprego, que lá estavam provisoriamente e dizem os jornais que apareceram 300 candidatos. Que terão sido feitas 100 entrevistas e…nenhum nomeado. Em nome da transparência, que é para o que servem estes concursos segundo o Ministro, já terão sido reconduzidos 14 dos 18 e…todos do PSD e CDS. Que eram os melhores! Todos? Sim, por Artes do Ilusionismo e de algum Ilusionista…

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s