E ELE NÃO AJOELHOU!

“ And the winer is”…COSTA, ANTÓNIO COSTA!

Manuela Ferreira Leite, com todo o pragmatismo que se lhe reconhece, já o tinha antecipado ontem na TVI24: “ Em termos formais e políticos o vencedor é o governo”!

Pois, que houve cedências, que algumas até vão afectar a vida das pessoas etc e etc, e tudo isso é verdade mas o que realmente é de ressaltar é que tudo aquilo que corresponde ao valor do trabalho, tudo aquilo em que recaía o ónus, o trabalho, foi preservado, como preservados foram todos os acordos estabelecidos com os parceiros que apoiam a maioria parlamentar que sustenta este governo.

Qualquer negociação é feita de cedências e recuos, começa-se por uma base mais alta para atingir a razoável, sempre foi assim e assim será, mas, o essencial e inegociável continua a ser essencial e inegociável. E assim foi.

E, para além da preservação de tudo o que foi negociado com os parceiros, restava uma questão política essencial: A mudança de paradigma! Para mim e para muitos, julgo pensar, talvez a mais importante: o sinal de mudança ou da mudança.

O paradigma anterior era de que a “austeridade” é que era redentora e era inegociável. Era a única receita política aceitável e possível e tudo o resto que se ousasse propor era demoníaco e perigoso. Mas António Costa, com a sua inteligência política e negocial, com toda a calma e sem afrontar ( ao contrário dos Gregos), soube esgrimir os argumentos precisos e, convenhamos, soube aproveitar este momento certo.

Os “deuses” estiveram com ele? Não, ele é que se abeirou dos “deuses” quando conseguiu desatar esse autêntico “Nó Górdio” que era a ancestral impossibilidade da junção das Esquerdas e conseguindo uma plataforma política nunca testada. Essa é que é essa! Alguém o esperava? Não, nem eu! Mas o facto é que o conseguiu e conseguiu algo de novo.

E esse “algo novo” rapidamente se propagou à vizinha Espanha que, quando foi a votos, tendo já o exemplo Português, digamos que perdeu os velhos medos e apostou em algo de semelhante. E a Espanha não é Portugal: é cinco vezes Portugal e a sua dimensão dá-lhe mais voz.

Os alarmes soaram na Comissão mas o exemplo de Portugal, a conquista de Costa, chegou ao país vizinho e o Rajoy já não foi na cantiga e não aceitou formar governo minoritário e, mais, declarou a sua impossibilidade de o fazer. Porquê? Porque já sabia que as outras forças já não iam na velha conversa de o apoiar. E o Rei não fez como Cavaco: não perdeu tempo e convidou o segundo maior partido para formar governo. Aí está impante o exemplo Português, o exemplo de Costa!

E esta “marca” de Costa e este reunir de coincidências, de provocadas coincidências, tem que ser vista como percursora e como o inverso do “ajoelhanço” anterior: a rejeição da austeridade como solução única e definitiva e a libertação do factor trabalho como alvo único dessas políticas. E isto cheira a tempo novo, um pequeno suspiro e sinal, mas um sinal sem dúvida.

O difícil está feito, e bem feito, mas falta agora o mais difícil : o tornar credível a nova receita. Os testes vão ser complicados, os mercados não a vão aceitar de ânimo leve, mas temos que confiar. E resta uma constatação: Temos timoneiro! E ele não se ajoelhou!

Nota: Não deixa de ser um pormenor, mas a maneira como António Costa abordou com Merkel a questão dos refugiados é de quadro de honra! Nós, que temos os Politécnicos ás moscas, acedemos a receber dois mil refugiados, refugiados sim mas esses Sírios que têm formação, que já estudavam, que sabem Inglês e fogem da guerra, esses nós estamos dispostos a receber, e logo dois mil, e esses irão direitinho continuar a estudar e ocupar os nossos Politécnicos, que estão às moscas! Mas naquela base do “toma lá dá cá”, assim como o Talho do meu fornecedor que assim se chama: eu dou-te a carne e tu passa para cá o dinheirinho!

Isso mesmo “Merkelzinha”: Eu resolvo-te aí um “bite” de um problema, mas tu passas para cá o guito, tá? E não te esqueças que te resolvo não um problema, mas um “problemazão”! Toma lá, dá cá…Gostei!

Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s